Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Coelba orienta economia de energia para reduzir impactos da bandeira vermelha nas contas de luz

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, na terça-feira (29), uma elevação no valor da bandeira tarifária vermelha patamar dois. Com o reajuste, a taxa extra passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100kWh consumidos. A alteração, que já começou a valer a partir da última quinta-feira (1º), foi motivada pela rigorosa estiagem que assola o País e que impactou diretamente a geração de energia nas hidrelétricas.

Diante disso, a Coelba orienta os seus clientes a evitar o desperdício de energia por meio de ações simples no dia a dia, como manter lâmpadas desligadas quando não estiver no ambiente e retirar os aparelhos da tomada sempre que não estiver utilizando. A companhia disponibiliza manuais e publicações sobre uso eficiente no aplicativo Publicações Neoenergia, que é a controladora da Coelba.

“Os nossos clientes podem economizar energia com mudanças de hábitos ou investindo em aparelhos mais eficientes, lembrando que o investimento inicial se paga com a redução do valor da conta de luz”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas.

Entre as orientações está utilizar a luz natural nos cômodos sempre que possível, abrindo portas e janelas. Quando for escolher as lâmpadas, o consumidor deve preferir os modelos mais econômicos, que são as de LED, capazes de proporcionar uma economia de até 78% se comparada com as halógenas, que substituíram as incandescentes, e 40% em relação às fluorescentes compactas.

Ao comprar eletrodomésticos, a orientação é optar pelos modelos mais eficientes, que apresentam o Selo Procel ou que tenham a classificação de consumo de energia “A” estabelecida pelo Inmetro. É importante comparar o consumo descrito na etiqueta, porque a variação de uma marca para outra pode ser de até 50% entre aparelhos com a mesma capacidade.

No caso da geladeira, durante o uso, as principais dicas são: evitar deixar a porta aberta por mais tempo que o necessário e não colocar alimentos quentes dentro do refrigerador nem secar roupas e panos na parte de trás. Os refrigeradores duplex frost free de 342 litros são 50% mais econômicos que os side by side de 501 litros. A capacidade do refrigerador impacta no consumo de energia elétrica.

Chuveiro elétrico e ar-condicionado

Quando usarem ar-condicionado e chuveiro elétrico, os clientes devem ficar atentos à temperatura. Para economizar no banho, podem passar menos tempo, desligar a torneira enquanto se ensaboam e deixar o chuveiro na posição “verão”, que consome até 30% menos de energia. Isso vale também para o ar-condicionado: quanto mais alta a temperatura do termostato, menor o consumo. Quando não estiver usando o ar-condicionado no inverno, por exemplo, é recomendado desligar o disjuntor do quadro geral de energia, pois o stand-by também consome energia.

No banho, um minuto a menos no chuveiro elétrico de 5.500 W faz diferença no final do mês. Se a casa tiver quatro pessoas, a economia mensal com esse minuto a menos no banho equivale ao uso de oito lâmpadas LED de 9W durante cinco horas diárias por 30 dias.

Ferro de passar roupas

O modelo do ferro de passar roupas também faz muita diferença. O consumo dobra quando utilizamos o ferro a vapor em relação ao ferro a seco e, se utilizar vaporizador, esse consumo multiplica por seis vezes. Cabe ainda destacar que alguns ferros a vapor possuem um dispositivo de desligamento automático que atua após 15 minutos de inatividade (posição vertical), evitando o desperdício de energia e protegendo contra possíveis incêndios.

Segundo estudo realizado pelo Inmetro e pelo MDIC, a economia de energia quando se opta por acumular roupas ou passar tudo de uma vez é muito pequena comparada com passar roupa todo dia. Isso quer dizer que o consumidor pode escolher passar poucas peças por dia sem que isso aumente significativamente sua conta de energia.

Mais dicas

No ventilador de teto que tem três posições de velocidade – baixa, média e alta –, a posição média em alguns modelos economiza metade da energia gasta na posição alta. Esses equipamentos também têm o selo Procel e o ideal é comprar os mais eficientes.

Deve-se atentar para o uso de micro-ondas para descongelar alimentos: aumentando o tempo de uso, como a potência do forno é alta, o consumo mensal é impactado. Se for adquirir algum equipamento novo, prestar atenção no consumo na etiqueta do Inmetro, pois existem diferenças de potência de até 70% entre os modelos – quanto maior o volume, maior o consumo.

Nas lavadoras de roupa, as que lavam e secam com abertura frontal, usando água quente, o consumo de energia pode triplicar em relação as que apenas lavam apenas com água fria.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia