Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

João Roma se recusa a acompanhar Bolsonaro para o Patriotas


O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), negou a informação de que acompanhará o presidente Jair Bolsonaro para o Patriotas, partido para o qual o chefe do Executivo Federal está prestes a se filiar, como havia sido divulgado por alguns portais e confirmado por nomes da sigla.

Em nota divulgada, Roma afirma que, apesar de está inteiramente dedicado ao projeto do presidente Jair Bolsonaro na região Nordeste, ele continuará no Republicanos, partido do qual faz parte desde 2016, e que também é da base de apoio, no âmbito federal, ao governo Bolsonaro.

“Faço parte do Republicanos desde 2016 e tenho uma ótima relação com o partido e seus quadros. Hoje estamos juntos no projeto do presidente Bolsonaro, dando nossa contribuição para ajudar o Brasil e dar suporte principalmente os que mais precisam. Qualquer informação além disso não passa de especulação sem fundamento”, disse o ministro na nota.

Com a recusa de migrar para o Patriotas, João Roma permanece no Republicanos, um dos principais partidos da base do candidato virtual ao governo do estado em 2022, ACM Neto, com quem seu nome tem sido vinculado para uma possível aliança nas próximas eleições, mesmo após o rompimento recente por sua ida ao Ministério da Cidadania.

Procurado pelo Política ao Vivo na última terça-feira (29), o presidente da sigla na Bahia, deputado Márcio Marinho, disse acreditar que no final, deve prevalecer o bom senso entre ambas as partes e que os aliados poderiam apenas incentivar uma reaproximação.

 

Redação: Política ao vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia