Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Vacina boa é vacina no... bumbum? População de Joinville recebe vacina contra Covid na região do glúteo; entenda

 

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em tempos de vacinação contra Covid-19, uma frase vem sendo bastante repetida: "vacina boa é vacina no braço". Porém, em Joinville, Santa Catarina, a frase muda um pouco, afinal, os imunizantes estão sendo aplicados... no bumbum.

 

Neste domingo (22/8), a palavra "Joinville" figura entre as mais citadas no Twitter. Tudo começou quando a jornalista Ana Siedschlag postou que estava estranhando que seus amigos da referida cidade não estavam publicando fotos do momento de vacinação, a exemplo de pessoas de outros municípios brasileiros. Ao procurar o motivo, descobriu que muitos estavam 'envergonhados', já que as aplicações estavam sendo feitas na região do glúteo.

 

"Eu não tava entendendo por que ninguém aqui de Joinville postava foto vacinando, como os meus amigos de SP, do Rio e até de Floripa fizeram. Até descobrir que tá quase todo mundo aqui (inclusive eu) TOMANDO A VACINA NA BUNDA", escreveu Ana.

 

A informação mexeu com a criatividade dos tuiteiros de plantão, que não economizaram nos comentários e trocadilhos.

Veja alguns abaixo:

 


 


 

Houve gente que explicou:



INTRAMUSCULAR

A recomendação para as vacinas contra Covid-19 é fazer a aplicação por via intramuscular, e a região do ombro, por conter o músculo deltoide, tornou-se o "local ideal" ao longo dos anos. Um estudo publicado na revista científica da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos (EUA) indica que a dosagem nessa área "otimiza a imunogenicidade (ativação da resposta imune) da vacina" e "minimiza reações adversas no local de injeção".

 

Outras partes do corpo, como as nádegas ou as coxas, também podem ser eficazes, por serem áreas ricas em músculos, porém, isso é diferente em crianças e adultos, por exemplo.

 

À BBC, o epidemiologista e editor do site de educação para vacinas History of Vaccines, do Philadelphia College of Physicians (EUA), René Nájera, explicou que nas crianças as vacinas intramusculares são geralmente aplicadas nas pernas, porque é onde geralmente elas têm mais tecido. Em adultos, porém, apesar de serem uma opção, a região das nádegas pode ter mais tecido adiposo, o que torna a vacina menos eficaz..


Aratu On

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia