Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Empresário é preso após atirar em suspeito de assalto já rendido pela Polícia

 


Um empresário de 38 anos foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, na manhã de sexta-feira (26), após atirar em um suspeito de tentar roubar seu relógio enquanto ele abastecia o carro em um posto de gasolina no Campo Belo, na zona sul de São Paulo. No momento do disparo, que foi antecedido por uma perseguição, o suspeito já havia sido alvejado na perna por um policial civil e estava rendido no chão.

Conforme informações do boletim de ocorrência repassadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), enquanto passava pelos arredores da Rua Demóstenes, no Campo Belo, um policial civil foi informado que uma pessoa armada havia tentado roubar o relógio de um homem que estava em um veículo esportivo na Rua Barão de Jaceguai e fugido.

O policial, então, localizou o suspeito na região, que tem 40 anos, e solicitou a parada. O homem, que estava a pé e portava um simulacro de arma de fogo, tentou fugir, mas o policial interveio com um tiro na perna. O suspeito caiu e ficou neutralizado em uma esquina na região.

Logo em seguida, o empresário chegou por trás do policial e efetuou um disparo de arma de fogo contra o suspeito (não foi especificado em qual parte do corpo), mesmo ele já estando rendido. Depois, chegou ainda a desferir um chute na cabeça do homem, como mostram imagens de câmeras de segurança da região.

Conforme a SSP, o caso foi registrado como legítima defesa, lesão corporal, localização/apreensão de objeto, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tentativa de roubo e tentativa de homicídio pelo 27º Distrito Policial (Campo Belo). Duas armas foram apreendidas, bem como um simulacro, um relógio de pulso e um celular.

O suspeito de tentativa de roubo foi preso em flagrante e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital Saboya, onde ficou internado sob escolta. A gravidade do quadro de saúde não foi informada.

Já o empresário, que alegou ter licença de arma de CACs (colecionador, atirador esportivo e/ou caçadores), foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. Em seguida, estava prevista a realização de uma audiência de custódia para determinar se ele responderia em liberdade. Procurado, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) ainda não retornou sobre o desfecho.

Correio 24 h

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia