Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Mulher mata marido a marretadas e filha entra em pânico: "você matou meu pai"

Foto: Reprodução

 Uma mulher de 53 anos matou o próprio marido com vários golpes de marreta dentro de casa. O homem, que tinha 60 anos, foi morto após um surto psicótico da mulher. Em um vídeo publicado nas redes sociais, é possível a filha do casal chegando no local alguns minutos após o crime ocorrer, e encontrou o pai já morto no chão, ao lado de uma poça de sangue.


Ao se aproximar do corpo, a jovem se desespera e começa a gritar ao ver a trágica cena. O crime ocorreu na tarde do último domingo (7), na cidade de Santos, litoral de São Paulo.


A gravação foi feita pela própria filha do casal, e no momento em que a garota chega na residência, é possível ver a mãe chamando pela jovem e aparentemente desorientada enquanto duas pessoas a seguram. Na gravação é possível ver a mulher dizendo que "foi obrigada" a matar o marido.


A vítima identificada como Edemir Natalício Freitas, recebeu golpes de marreta durante uma discussão com a mulher. Os dois estavam juntos há 35 anos.


Segundo informações do G1, ao chegarem no local, os policiais foram recebidos com agressividades pela atuante do crime, e foi preciso ser contida antes de ser levada à uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que ao chegar foi medicada, e logo em seguida, detida.


Também foi informado que os investigadores não conseguiram continuar com o interrogatório, por conta da desorientação da mulher, que durante o questionamento, dizia frases sem nexo. No momento, ela permanece à disposição da Justiça e o caso foi registrado como homicídio em uma delegacia de Santos.


Antes de cometer o crime contra o marido, a mulher teria ameaçado os vizinhos. Durante uma entrevista ao Cidade Alerta, da TV Record, um vizinho que preferiu não se identificar deu relatos da convivência com a mulher.


"Desde às 4h, estávamos ouvindo palavras de baixo calão, absurdas e ocultas, que não são do nosso agrado. Ela estava ameaçando a minha família, falando o nome da minha mulher, falando que iria matar ela e minha filha. Não temos nenhuma relação com eles, somos apenas vizinhos de quintal", disse o morador.


Fonte: Varela Net


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia