Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

MP-BA age após prefeitos aliados de ACM Neto ameaçarem servidores por voto no PT

 

O Ministério Público Estadual (MP-BA) emitiu uma recomendação aos prefeitos de Caldeirão Grande e Ponto Novo, no interior da Bahia, por ameaçarem ou demitirem servidores em retaliação a votos em candidatos que não são apoiados por eles.

Thiago Gilleno (PSD) e Candido Pereira Guirra Filho (PP) são aliados de ACM Neto, candidato ao Governo da Bahia pelo União Brasil e que tem como adversário Jerônimo Rodrigues, do PT, que tenta emplacar o quinto mandato no estado.

Ambos deixaram a base de apoio ao governo Rui Costa (PT) no ano passado. O PSD ainda se mantém oficialmente com o governo estadual, mas o PP migrou de vez para o grupo comandado por ACM Neto, em movimento liderado pelo vice-governador e deputado federal eleito João Leão (PP).

Candido foi acusado pelo deputado estadual Angelo Almeida (PSD) de exonerar servidores que não votaram no candidato ACM Neto sem nenhuma justificativa.

A recomendação, enviada por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Saúde e das Promotorias Eleitorais com atuação na 115ª e na 149ª Zonas Eleitorais da Bahia, se baseia em dois inquéritos civis que apuram a conduta dos gestores.

Vídeos publicados nas redes sociais também são utilizados como evidências e estão sendo analisados pelo MP-BA, que avalia ainda outras medidas que possam ser tomadas.

Em ambas as cidades ACM Neto venceu: em Ponto Novo, o candidato do UB teve a preferência de 59,37% dos eleitores, contra 36,34% de Jerônimo. Já em Caldeirão Grande, Neto teve 53,51% e o candidato do PT obteve 44%.

 

Redação: Salvador FM

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia