Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Dívidas da gestão Thiago Gilleno com o IPPN de Ponto Novo se aproximam de R$ 2 milhões nos anos de 2021 e 2022



Foi publicado no Diário Oficial do Município na última quinta-feira (29), o extrato de termo de confissão de débitos previdenciários e acordo de parcelamento referente à dívidas com o IPPN obtidas nos dois primeiros anos da gestão do prefeito Thiago Gilleno. 

A Prefeitura confessou uma dívida de R$ 1.929.522,25 (um milhão, novecentos e vinte e nove mil, quinhentos e vinte e dois reais e vinte e cinco centavos), provenientes às contribuições previdenciárias, não repassadas no período de janeiro de 2021 a outubro de 2022. Segundo a publicação, a dívida será paga em 60 parcelas de R$ 32.158,70.


Clique aqui e confira a publicação no Diário Oficial 


Integrantes da atual administração denominaram a ação de “apropriação indébita”, afirmando que gestões anteriores cometeram crime. Agora, a atual administração confessa quase R$ 2 milhões em dívidas, entre janeiro de 2021 a outubro de 2022, lesando os cofres públicos e colocando em risco total a garantia dos servidores municipais. Para onde está indo esse dinheiro?

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia