Homem cravou chave de fenda em bebê após suspeitar de roubo de R$ 600

Foto: Divulgação/Polícia Civil 

Jorge Gauthier

Enquanto uma menina de 1 ano dormia dentro de casa no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, Claudionor Alves da Silva, 51 anos, que é companheiro da avó da garotinha, pegou uma chave de fenda e enfiou no peito da menina, que teve o tórax perfurado. A delegada Elaine Laranjeiras, de Itinga, afirmou ao CORREIO que Claudionor confessou que praticou a tentativa de homicídio porque tinha "perdido a cabeça" ao suspeitar de um roubo.
A agressão aconteceu às 17h de segunda-feira (17) dentro da casa da família no Loteamento Vila Pedrita, em Itinga. Claudionor foi preso minutos depois do crime, quando equipes do Serviço de Investigação 27ª Delegacia Territorial (Itinga) faziam uma diligência pela área e perceberam populares correndo atrás de um homem. 
"Em depoimento ele disse que perdeu a cabeça porque as pessoas da família estavam roubando ele. A menina estava dormindo quando ele pegou a chave de fenda e agrediu a criança. Quando o tio da menina passou pelo quarto ouviu o choro da criança e viu que ela estava com uma chave de fenda no peito. Ele correu para dar socorro e levou ela para a UPA de Itinga", explica a delegada.
Depois de ser atendida na UPA de Itinga, a menina foi levada para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, onde está internada até o momento. O estado de saúde do bebê não foi divulgado. 
A delegada conta que os familiares ouvidos na unidade policial revelaram que Claudionor achava que a mãe da menina, Priscila Pereira dos Santos, tinha roubado R$ 600 dele. "Ele disse que ficou irritado e achou que as pessoas estavam roubando ele e, por conta disso, acabou agredindo a criança", relatou a delegada que afirmou estar chocada com a história. "Sempre acompanhamos casos de violência, mas ver uma pessoa dizer que agrediu uma criança desse jeito é chocante". Claudionor, a avó da criança, a mãe e o tio de menina, Romário Pereira dos Santos, moravam na mesma casa. 
Depois de tentar matar a menina, Claudionor - que disse na delegacia que sobrevive fazendo bicos - foi espancado por vizinhos e familiares que o seguraram em casa até a chegada da polícia. "Ele afirmou várias vezes que só ele colocava dinheiro em casa, que estava agoniado e pensava até em se matar", destacou a delegada.

Claudionor foi autuado por tentativa de homicídio. Ele foi levado, na manhã desta terça-feira (18), para audiência de custódia no fórum de Lauro de Freitas. 
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO