Atletas do Leão falam da derrota e criticam árbitro por pênalti não marcado

(Foto: Betto Jr/CORREIO)


Foi apenas a segunda derrota do ano no Barradão. Antes o Vitória só tinha perdido para o Paraná, pela Copa do Brasil. Mas o placar de 2x0 para o Santos, nesta quarta (21), custou caro.
Em um momento que precisava se erguer na competição e embalar, o Leão vacilou e deixou de somar pontos importante sem seus domínios. 
Chateado com a derrota, Uillian Correia achou que o time poderia render mais. “É difícil, pelo ritmo que a gente colocou desde o primeiro tempo, e também no segundo. Foram erros nossos. Agora temos que corrigir rápido, porque temos um jogo importante em Curitiba, contra o Atlético Paranaense. Não adianta lamentar, tem que trabalhar, porque tem que somar ponto fora, já que não somamos em casa”, disse após o jogo. 
Inconformado com o pênalti não marcado que sofreu, o atacante Neilton criticou a arbitragem. “Vocês podem falar melhor que eu. Estava correndo inteiro na bola e ele (David Braz) colocou o pé para me desequilibrar. Foi pênalti e ele não deu”, bradou o atacante rubro-negro.

Com o resultado, o Leão segue com apenas oito pontos somados, de 27 disputados, e chega à sua quinta derrota em nove jogos. O rubro-negro ganhou duas partidas e empatou outras duas.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO