“Somos um partido ou uma seita?”, questiona Palocci ao sair do PT

José Cruz/Abr
Fonte: Metrópoles

O ex-ministro Antonio Palocci se adiantou ao procedimento de expulsão iniciado pelo PT na semana passada e decidiu pedir para sair do partido. Em uma carta de quatro páginas encaminhada à presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann, Palocci disse ainda que decidiu colaborar com a Justiça e sugeriu que o PT adote o mesmo caminho. O ex-ministro aproveitou para atacar o ex-presidente Lula.
“Até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do ‘homem mais honesto do país’ enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto (!!!) são atribuídos a Dona Marisa?”, questionou o ex-homem forte das gestões Lula. “Afinal, somos um partido sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa 

Em outro trecho, Antônio Palocci faz um mea culpa e volta a atacar o ex-presidente. “Sei dos erros e ilegalidades que cometi e assumo minhas responsabilidades. Mas não posso de deixar de destacar o choque de ter visto Lula sucumbir ao pior da política no melhor dos momentos do governo”, ressaltou.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO