Álcool age na sequência do DNA, podendo resultar em tumores e câncer

iStok

Fonte: Metrópoles

Você já cansou de ouvir sobre como o consumo de álcool em excesso faz mal à saúde. Agora, um estudo da Universidade de Cambrigde mostra o pior: uma relação entre a ingestão de bebidas alcoólicas e o aparecimento de tumores e cânceres.
Outras pesquisas já haviam mostrado a relação entre o consumo de bebida e o surgimento da doença em mais de 10 partes do corpo, incluindo as mais comuns no país: intestino e mama. Para essa nova publicação no periódico científico Nature, cientistas fizeram testes em cobaias e perceberam que o álcool danifica o DNA das células-tronco, aumentando o risco de câncer.

A descoberta veio a público esta semana e teve apoio financeiro do instituto Cancer Research, da Inglaterra. Os pesquisadores analisaram como o etanal, derivado do álcool, interfere permanentemente no DNA de células-tronco no metabolismo de ratos.


A quebra estimula os cromossomos a se emparelharem aleatoriamente, mudando para sempre as sequências de DNA nas células. Com isso, elas conseguem se multiplicar e se alastrar para diversos tecidos do corpo mais facilmente, aumentando as chances de desenvolvimento de tumores.

O etanol, ou acetaldeído, é produzido por nosso corpo após a ingestão do álcool. Ele é o responsável pela sensação da ressaca. Nessa fase, os cientistas observaram como o corpo se defende da bebida. Uma enzima chamada aldeído desidrogenase (ALDH) é capaz de catalisar e quebrar o subproduto maléfico do líquido.


Os efeitos foram testados nos ratos alcoolizados com e sem ALDH, e perceberam que os sem enzima tiveram seu DNA afetado até quatro vezes mais. Assim como alguns roedores, milhões de pessoas ao redor do mundo não possuem esse composto “anti-ressaca”.
“É importante lembrar que a liberação do álcool e os reparos no DNA não são perfeitos e a bebida ainda pode causar câncer de vários outros jeitos, mesmo em pessoas com esses mecanismos de defesa em ordem”, disse o líder do estudo, Ketan Patel.

Já sabe, pense duas vezes antes de abusar do consumo de bebidas etílicas.



via GIPHY
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO