Ponto Novo: Câmara tem mais uma sessão polêmica e marcada por embates entre vereadores

Foto: Donato Costa/Web Interativa
Redação: Web Interativa
redacao@interativapn.com


Nesta segunda-feira, (09/4), aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de vereadores de Ponto Novo, uma reunião marcada por muitas polêmicas e embates entre vereadores. A sessão contou com apresentação de requerimentos, indicações e uso da tribuna e durou quase 4hrs, uma das maiores da história da cidade de Ponto Novo, Casa cheia, manifestos, e vaias do público presente.
Após a rejeição de requerimentos apresentados pelo vereador Nel Maia, começaram os embates: um requerimento solicitava ao prefeito municipal que fosse encaminhado à Câmara um projeto de lei com o objetivo de parcelar todo o débito existente no Instituto de Previdência de Ponto Novo; Já o segundo requerimento apresentado pelo vereador Nel Maia solicitava ao prefeito municipal a aquisição de uniformes e equipamentos de proteção, protetor auricular e uniforme para a identificação do trabalhador, bem como o pagamento do adicional de insalubridade para tais profissionais. Ambos foram rejeitados pela maioria.

Foto: Donato Costa/Web Interativa
Houve também duas indicações da vereadora Joelma de Oliveira: indicando que seja disponibilizado um psicólogo nas escolas municipais do município; a segunda indicação, indica que o Poder Executivo e Secretaria de Educação busque parcerias com instituições para cursos superior e profissionalizantes através do SABRAE e IFBA, ambas foram aprovadas.

O vereador José Guirra apresentou o requerimento ao Executivo Municipal solicitando roçagem das estradas vicinais do Município, que foi aprovado também pela maioria.

Foto: Donato Costa/Web Interativa
O vereador Manoel Roberto apresentou requerimento solicitando ao prefeito municipal que autorize ao setor competente a realizar cascalhamento nos trechos críticos do Bairro do Contorno. O requerimento foi aprovado pela maioria dos vereadores.

Eleilson Gama no uso da tribuna - Foto: Donato Costa/Web Interativa
 No uso da tribuna Eleison Gama Secretário de Agricultura e Gerente do Distrito de Irrigação falou sobre a situação do projeto, e o empenho para reativar, que segundo o mesmo para a volta é preciso um convênio do Governo do Estado, no momento a PGR da Bahia ainda não deu a liberação, por isso o principal motivo do Projeto não ter voltado às suas atividades.

Roberto Santos no uso da tribuna - Foto: Donato Costa/Web Interativa
Roberto Santos presidente do Sindicato dos servidores públicos municipais de Ponto Novo, falou sobre as atribuições do SISPON, insalubridade, IPNN e a qualificação dos servidores, além do crescimento dos afiliados aos sindicatos.

Jamilton Fernandes no uso da tribuna - Foto: Donato Costa/Web Interativa
Jamilton Fernandes usou a tribuna para falar também do IPPN, que segundo mesmo a situação é inadmissível e também se posicionou contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Público presente na sessão - Foto: Donato Costa/Web Interativa
 
O que marcou a sessão, além do longo tempo, foi que diferente das últimas sessões, desta vez quem abandonou a Câmara Municipal antes da sessão ser finalizada foi maioria do público presente, nos discursos finais mais uma vez com muitas acusações.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO