Presidente da Câmara de Ponto Novo é indiciado por porte ilegal de arma e disparo em via pública

Foto: Web Interativa PN


Redação: Bahia.BA

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Ponto Novo, Fabio Alan de Souza Jordão, conhecido como Junior do Roque (PC do B) foi indiciado por crimes previstos no Estatuto do Desarmamento. De acordo com um inquérito policial, o vereador, em completo estado de embriaguez, efetuou disparos de arma de fogo no interior do estabelecimento comercial “Bar de Jucelino” com um revólver calibre 38.

As marcas dos disparos, conforme laudo técnico da Polícia Técnica, ainda se encontram no teto do estabelecimento comercial. Ao ser abordado, o vereador afirmou não se recordar do fato devido ao seu forte estado de embriaguez.

Junior do Roque foi indiciado, nos termos do Estatuto do Desarmamento, e pode cumprir pena de 02 a 04 anos de reclusão, por disparo de arma de fogo, e mais de 03 a 06 anos por posse ilegal de arma. O inquérito já foi encaminhado ao Ministério Público e, a qualquer momento, a Justiça decidirá sobre a denúncia.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO