Pis/Pasep: 2 milhões de brasileiros ainda não sacaram benefício, saiba como consultar e quem tem direito


Agência Brasil

O prazo para o trabalhador sacar até R$ 954 de abono do PIS/Pasep termina em 29 de junho. Cerca de 2 milhões de pessoas ainda não foram buscar o dinheiro, segundo o Ministério do Trabalho.
No total, já foram pagos R$ 16,38 bilhões a 22,14 milhões de trabalhadores, o que representa 90,29% do total.

O abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou em 2016 começou a ser pago em julho do ano passado, e o último lote foi liberado em março.Os recursos ficarão disponíveis para todos até 29 de junho. O valor varia de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo de trabalho em 2016.
Para saber a sua situação, o trabalhador deve consultar os sites da Caixa (www.caixa.gov.br/pis), se for da iniciativa privada, ou do Banco do Brasil (www.bb.com.br/pasep), se for servidor público. Nessas páginas, ele poderá visualizar a data de início do pagamento e os canais oferecidos, assim como a melhor opção de pagamento.


O valor pago é de até um salário mínimo (atualmente R$ 954), e varia de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, ganha 1/12 do mínimo. Segundo o Ministério do Trabalho, os valores são arredondados para cima. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, teria direito a R$ 79,50 de abono. Com o arredondamento, o trabalhador recebe R$ 80.
Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO