Lula diz que Judiciário não merece mais respeito, afirma líder do MST

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Folhapress


“Indignado”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a interlocutores que o Poder Judiciário não merece mais respeito. Foi o que afirmou João Pedro Stédile, coordenador nacional do MST, após visita ao petista nesta quinta-feira (5), na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

“A indignação dele é tão grande que disse para nós: ‘A comportar-se desse jeito, esse Poder Judiciário não merece mais respeito de ninguém'”, relatou Stédile a jornalistas. Segundo o ativista, o ex-presidente afirmou que a Justiça precisa recuperar a compostura e se guiar pela Constituição, garantindo os direitos das pessoas.

Também participou da visita o ex-presidente nacional do PT, Rui Falcão. Há exatamente três meses, o juiz Sergio Moro expediu mandado de prisão contra Lula.

Repetindo relatos de apoiadores que visitaram o petista na cadeia, Stédile apontou uma aparente dualidade no ex-presidente. Segundo ele, Lula está “sereno e pu** da cara”.

O líder do MST disse que o ex-presidente está indignado com a situação do país e com o que entende como manipulações do STF (Supremo Tribunal Federal). “Ele está pu** da cara porque acompanha pela televisão as notícias. Está muito bem informado”, afirmou.

De acordo com Stédile, Lula ficou muito satisfeito com a agenda de mobilizações dos movimentos populares para os próximos meses.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO