Após reeleição de Rui, governistas miram em prefeituras de Salvador, Feira e Conquista em 2020


Foto: Ulisses Dumas/ Divulgação

Matheus Morais/Bahia.ba

Após a reeleição do governador Rui Costa (PT) com mais de 70% dos votos contra o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (DEM) no pleito de outubro, o PT e a base aliada concentram forças e miram nas prefeituras de três cidades importantes no Estado nas eleições de 2020.

Salvador, comandada pelo presidente nacional do Democratas, ACM Neto, é a prioridade dos governistas, que podem ter como candidato o senador eleito Jaques Wagner (PT), apesar de ele refutar a ideia. A deputada federal eleita Lídice da Mata (PSB) é outro nome cogitado.
A oposição deve ter como postulante ao Palácio Thomé de Souza o atual vice-prefeito, Bruno Reis (DEM).

“Eu estou dando minha opinião, mas também não vou discriminar, não vou dizer que não pode ser. Se depender da minha opinião, nós buscaremos alguém mais jovem mesmo, de idade mesmo, com outra cabeça […] Para mim, pode ser do PT, pode ser de outro partido […] Não é só idade porque tem muita gente com idade pouca e cabeça velha”, afirmou o petista em recente entrevista.

A segunda maior cidade do Estado, Feira de Santana, governada pelo emedebista Colbert Martins – que assumiu no lugar de José Ronaldo – pode ter como candidatos os governistas Zé Neto (PT) e o deputado estadual Carlos Geílson, recém-chegado à base.

Por fim, os governistas vão tentar recuperar a hegemonia na cidade de Vitória da Conquista, atualmente comandada pelo emedebista Herzém Gusmão. O município foi governado pelo pelo PT por 20 anos.

Compartilhar no Google Plus

Sobre WEB INTERATIVA

DEIXE SEU RECADO