Bolsonaro planeja dobrar a pontuação para suspensão de carteira de motorista

Foto reprodução

O presidente Jair Bolsonaro tem planos de determinar o aumento da pontuação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), de 20 para 40. Esse teria sido um dos assuntos tratados por ele numa conversa com governador de São Paulo, João Dória, segundo o “Jornal da Band”.

Em 2011, quando ainda era deputado federal, Jair Bolsonaro apresentou uma proposta de lei (PL 67/2011) que propõe suspender os direitos de dirigir aos motoristas que atingissem 40 pontos na carteira em 12 meses, e não mais 20, como é atualmente.

Na defesa do projeto, o deputado argumentou que as multas teriam se tornado um “grande negócio lucrativo” e que ao motorista só restava pagar a conta já que era “quase impossível recorrer”. E já que para o legislador, na prática, “o que vale é arrecadar, (então) poderia-se aumentar o número de pontos a ser atingido para suspender o direito de conduzir, uma vez que a vítima depende de sua habilitação para trabalhar, transportar familiares, lazer e outras atividades”.

Muitos motoristas seriam beneficiados com a medida. Segundo dados do Detran-RJ, mais de 135 mil pessoas tiveram um processo instaurado no órgão por passarem de 20 pontos na carteira no estado nos últimos três anos. Oficialmente, Bolsonaro ainda não se manifestou a respeito da ideia. No entanto, postou em sua conta no Twitter no dia 28 de dezembro do ano passado que deseja passar a validade da CNH para dez anos (hoje, são cinco anos).

Agência O Globo

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário