Está com frouxidão ou sem lubrificação na vagina? Entenda como funciona o laser genital

Foto: divulgação


Redação: iBahia

Está pensando em "repaginar" sua vagina? O procedimento laser genital pode trazer mais benefícios do que o embelezamento estético. Esse tratamento atua na melhora do funcionamento do aparelho genito-urinário. Frouxidão, atrofia, falta de lubrificação e incontinência urinária deixam de ser um problema na vida da mulher.

O laser genital é um procedimento não medicamentoso que permite que a paciente recupere a mucosa genital. "É um procedimento rápido, seguro e indolor. A regeneração genital pode ser laser erbium e laser de CO², ambos as técnicas são capazes de estimular a produção de colágeno da região íntima e deixar a pele mais hidratada, rejuvenescida e saudável", explicou a ginecologista Ana Cristina Batalha.

A ginecologista orientou que o procedimento pode ser realizado em consultório ou, em casos cirúrgicos, a paciente pode optar em fazer mediante internamento em hospital.

O uso do laser genital é indicado para mulheres que sentem algum incômodo estético ou funcional com a sua genitália. Uma das indicações mais comuns é quando a paciente está com déficit de estrogênio (hormônio), seja na menopausa natural, no pós-parto ou durante o uso de medicamentos no tratamento contra o câncer de mama. Alterações vaginais como flacidez ou escurecimento dos grandes lábios e região anal também são indicações.

A ginecologista Cristina Sá garante que o procedimento traz inúmeros benefícios. "O tratamento costuma contribuir para uma melhora da sua qualidade de vida, da lubrificação vaginal durante a relação e, consequentemente, acaba levando a um aumento da autoestima dessa mulher, uma vez que elas se sentem mais seguras nas suas relações afetivas e sexuais".

Para fazer o laser vaginal, são necessárias pelo menos 3 sessões para se ter o resultado final e a paciente pode voltar às atividades normais ao final de cada uma.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário