Faxineiro, baiano vira educador social e conquista o sonho de se formar em jornalismo


Thyara Araujo

O ex-faxineiro Ronaldo Rocha, de 24 anos, teve sua história de superação exibida no último doningo (7) pelo Fantástico (veja a matéria). O jovem começou a se virar vendendo verduras, morando de favor em uma das regiões mais carentes de Brasília, além de trabalhar como faxineiro por seis anos para conseguir bancar os estudos e finalmente virar jornalista. A vitória foi conquistada no mês passado.
De acordo com familiares, Ronaldo sempre sonhou em ser jornalista, e deixou a pequena cidade de Barreiras, no interior baiano, quando tinha 17 anos para estudar em Brasília.

Após sete anos desde a sua chegada ao Distrito Federal, Ronaldo concluiu o curso pela Faculdade Anhanguera e conseguiu um emprego como chefe de comunicação da assessoria de imprensa da Administração Regional da Candangolândia, no Distrito Federal.

“Eu queria quebrar o tabu para mostrar que também faxineiro é capaz de realizar um sonho. Eu entrei (na solenidade de formatura) com a vassoura, o balde e o rodo na mão pra mostrar que todas as profissões são dignas, quando são realizadas com respeito”, disse o rapaz. “Independentemente de qualquer profissão, nós somos capazes de alcançar os nossos ideais”, reforçou.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Web Interativa

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO