Homem fica entalado em buraco que ele mesmo cavou para espionar a ex

Reprodução/Comunik-K Sonora


Redação: Metrópoles

Um mexicano de 50 anos ficou preso por cerca de 24 horas dentro de um buraco que ele mesmo cavou para espionar a ex-mulher. Segundo informações do Extra, a mulher já havia denunciado César Arnoldo por violência doméstica, e disse que terminou o relacionamento por conta do ciúme excessivo dele.

O caso ocorreu em 25 de abril, na cidade de Puerto Penhasco, no estado de Sonora, mas foi divulgado por autoridades locais no último domingo. César Arnoldo passou vários dias cavando a estrutura sob a casa da vítima.

Reprodução/Comunik-K Sonora

O Corpo de Bombeiros fez o resgate e afirmou que, quando foi encontrado, Arnoldo estava com sinais de desidratação e intoxicação. Ele deve responder pelo crime de invasão domiciliar e já teve a prisão preventiva decretada.
Segundo a imprensa local, a ideia dele era descobrir se a ex-companheira havia iniciado um novo relacionamento. “Pretendia vigiá-la e quebrar a medida de proteção que o Ministério Público decretou por crime de violência doméstica”, afirmou o boletim de ocorrência registrado pela polícia mexicana.

A um dos jornais da cidade, a ex-mulher, identificada como Griselda, relatou que ouviu barulhos estranhos pela casa, mas imaginava que seriam apenas gatos arranhando algum objeto. Foi ela quem encontrou o ex-marido preso no túnel de terra.

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário