Cego e autista, pianista de 7 anos grava toda a obra de Sandy e Junior

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles


Felipe Moraes/ Metrópoles DF  

O pianista brasiliense Daniel, de 7 anos, adora um desafio. Em 2018, sua mãe, a administradora Hedrienny Cardoso, propôs ao filho, cego, autista e tecladista autodidata, gravar e postar no perfil da família no Instagram uma música por dia durante um ano inteiro. A maratona terminou em março e logo veio outra. A mais recente prova terminou há poucos dias, em junho: registrar toda a obra de Sandy e Junior, 178 canções, a tempo do show que a dupla faz em Brasília em 20 de julho, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

O sonho de mãe, filho e de Júlia, de 5 anos, que acumula participações especiais nos shows do irmão, é conhecer os astros de pertinho. Para tal, Hedrienny movimenta as redes sociais de olho na campanha de visita ao camarim lançada pelos artistas.

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Os mais de 13 mil usuários que acompanham a “banda” no Insta sempre dão uma forcinha, com hashtags e compartilhamentos. Os três só conseguiram os (disputadíssimos) ingressos para a apresentação graças à ajuda de internautas. Outro dia, Daniel ganhou um piano de parede Fritz Dobbert de uma seguidora. Tem se acostumado aos poucos com as teclas mais grossas e pesadas do novo “brinquedo”.

Certa vez, Sandy postou um vídeo de Daniel nos stories. “Não sei como chegou até ela”, pergunta-se a mãe. “Foi quando ela lançou Areia. Ele ouviu umas 40 vezes e aprendeu a música em um dia para filmarmos”, conta. Foi o máximo de contato que ídolos e fãs tiveram.


Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário