Policial é investigado por colocar as mãos dentro da saia de uma mulher no Maranhão

Foto: Twitter/Reprodução


Um policial militar do Maranhão está sendo investigado pela corregedoria da Polícia Militar por ter colocado a mão entre as pernas de uma mulher que usava saias. Ele teria tocado as partes íntimas dela enquanto tentava prendê-la. O episódio aconteceu no último sábado (30), na região do Itaqui-Bacanga, em São Luís.

De acordo com o UOL, testemunhas contam que a polícia foi chamada para uma ocorrência. A mulher, que não foi identificada, acabou detida por desacato. O carro da polícia pertence ao 1º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão. Os nomes dos policiais não foram divulgados.

Um vídeo da ocorrência começou a viralizar nas redes sociais nesta semana. A gravação foi feita por pessoas que se encontravam no local durante a ação dos policiais. As imagens mostram a mulher reagindo à prisão enquanto é contida por um policial. O militar tenta colocar a mulher no compartimento de trás da viatura, mas ela se esforça para não entrar, dizendo que “não vai”.

A mulher tenta fincar os pés no chão para dificultar a ação do policial, que, de fato, coloca a mão entre as pernas dela. Aos gritos, ela denuncia o policial: “olha o que ela está fazendo”.

O grupo que está próximo assistindo o ocorrido reage também. Em seguida, homens tentam afastar a mulher das mãos do policial. Após um breve tumulto, ela é libertada. Já distante do policial, ela diz que ele “meteu as mãos” entre as pernas dela.

Uma pessoa avisa que filmou toda a ação e pede para que ela se tranquiliza. “Tá filmado ele metendo a mão debaixo da saia dela, deixa comigo". No fim, os policiais desistem de prender a mulher.

De acordo com o UOL, o governo do Maranhão diz que o caso está sendo investigado pela Corregedoria da Policia Militar e que a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular está acompanhando o caso. "Processo disciplinar foi aberto hoje e será conduzido de acordo com a lei", disse o governador Flávio Dino (PCdoB) em resposta a uma publicação sobre o caso no Twitter.

Yahoo Notícias

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário