Mulher é presa após simular coronavírus com o intuito de receber atendimento rápido em UPA

Uma mulher de 39 anos foi presa nesta sexta-feira (7) após simular sintomas do coronavírus em uma Unidade de Pronto Atendimento em Copacabana, no Rio de Janeiro.
corona1a
Foto reprodução
Ela afirmou que havia viajado para Hong Kong recentemente como babá de uma família e que estava com sintomas da doença. Após a falsa informação, houve tumulto no local e a mulher foi isolada e submetida a exames. Até o Ministério da Saúde foi notificado.
A viagem para Hong Kong, no entanto, foi desmentida por familiares, que revelaram que nem passaporte ela tinha.
Ela foi presa em flagrante, acusada de falsidade ideológica e da contravenção de “provocar alarme, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto”.
A mulher confessou que forjou os sintomas da doença para conseguir ser atendida mais rápido na unidade.
iBahia

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">