Bolsonaro defende agressões de militantes contra profissionais da saúde

Foto: Walter Dias/Agência Brasil


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apoiou na manhã desta terça-feira (5) seus militantes que participaram de um caso de agressão contra profissionais de saúde que se manifestavam em frente ao Palácio do Planalto na última semana.

“Para vocês entenderem como é essa imprensa. Mandei levantar se houve corpo de delito. Não houve. Se houve agressão, foi verbal. O que eles fazem o tempo todo conosco. Houve um superdimensionamento daquilo pela mídia porque o interesse deles é tirar a gente daqui”, afirmou o chefe do executivo em frente a sua residência oficial em Brasília.

Um dos homens que agrediu com cusparadas membros do Sindicato dos Enfermeiros do Distrito Federal durante a manifestação é Renan da Silva Sena, apoiador de Bolsonaro empregado no Ministério dos Direitos Humanos.

Redação: Varela Notícias

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">