Governador da Bahia descarta cancelar ano letivo e revela possibilidade de retorno das aulas


O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou hoje (11) que não há previsão para o retorno às aulas no estado, mas descartou a possibilidade de cancelamento do ano letivo. A declaração foi dada durante entrevista ao vivo nas rádios Sociedade News e Princesa FM, em Feira de Santana, no centro-norte baiano.
“Infelizmente não é possível hoje afirmar a data em que voltaremos às aulas. Já está claro que não será mais neste mês de maio. Vamos monitorar para ver o comportamento da doença até o final do mês para a gente vê se é possível enxergar alguma possibilidade, se é possível voltar em junho”, disse.
Segundo Rui, as aulas voltarão quando houver condições ideais de segurança para alunos e professores. “Temos perdido pessoas jovens. Na sexta-feira perdemos um jovem de 29 anos em Salvador, sem nenhum relato anterior de outras doenças, perdemos em Ipiaú, um jovem que trabalhava no hospital de lá, de 26 anos, que também não tinha relatos de outras doenças, além da obesidade. Não é fato de que a doença alcança exclusivamente pessoas idosas, e não podes colocar nenhuma pessoa em risco. A medida de retorno será adotada, e quando for adotada será com uso obrigatório de máscara, higienização forte da entrada na escola, treinamento e rotina de prevenção dentro das escolas, porque teremos que conviver com o vírus por pelo menos um não até sair a vacina”, disse.
O governador ainda destacou que não haverá cancelamento do ano letivo. Em vez disso, o governo do Estado pretende reprogramar as aulas. “Muito provavelmente teremos aulas aos sábados e teremos um avanço ao mês de janeiro e talvez fevereiro do ano que vem para completar o ano letivo, e com isso não prejudicar nenhum aluno”, explicou. 
Metro1

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

14 comentários:

  1. Bom já que podemos ir no mercado,podemos ir para escola com todas medidas de segurança na entrada da escola medi a têmperatura de todos lavar as mãos e manter o distânciamento uns dos outros. Creio eu que dar sim pra voltar as aulas.

    ResponderExcluir
  2. Só sendo um pouco e ñ tendo amor pelo seu filho para mandar uma criança ao retorno.das aulas com o vírus do jeito que está. Oque precisa ser feito é esquecer a parte do dinheiro do negócio de lado e preserva as vidas. Quero ver um desses que falam tanto no retorno colocar seus filhos ou netos pequenos para entrarem em uma escola pois nem todos que pegam os vírus tem febre para simplesmente medir na entrada e falar vai lá meu filho arriscar a vida e ser sorteado na morte. Indignada com tudo isso vale mais um ano letivo, parcelas de escola do que vida de inocentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com Vc,acho q o ano ta perdido, msm q as aulas comece não tenho coragem de mandar meu menino. Aqui já decidimos cancelar a matrícula e esperar pelo ano q vem

      Excluir
    2. Eu também tenho medo,tenho meu neto.amoo muito ele..

      Excluir
    3. Nao tenho coragem d manda meu filho pra escola ainda so quando tudo isso passa .

      Excluir
  3. Eu mesma não vou mandar meu filho pra escola. Ja conversei com ele. Ele é jovem, não tem necessidade de arriscar a vida por causa de 1 ano letivo. É melhor voltar em segurança, do que perder a vida!

    ResponderExcluir
  4. Onde que crianças vão ficar o tempo inteiro de máscara? Uma expectativa bem surreal essa.

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente cancelei a matrícula dos meus 3 filhos não tenho coragem e mandar para a escola esse ano

    ResponderExcluir
  6. Meus filhos esse ano não vai mas

    ResponderExcluir
  7. Bom não sei o que o governador entende de ano letivo não perdido! pq alunos que estão no segundo ano é óbvio que eles não vão passar de ano!pq se eles já estudam no tempo certo e ainda assim tem dificuldade pra aprender imaginem depois de uma situação dessa em que o mundo está passando, a verdade é que todos os alunos estão prejudicandos sim, isso sem falar que muitos desses alunos teve perdas de (familiares) também, vamos ter consciência de que infelizmente o ano letivo foi afetado também como todo o comércio de cada cidade vamos ter que aprender a se reerguer novamente do zero...

    ResponderExcluir
  8. É a mesma coisa que eles disseram: venham para o carnaval que está tudo sobre controle e olha o resultado. Agora querem sacrificar nossos filhos.

    ResponderExcluir

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">