Auxílio emergencial: 10 motivos que podem bloquear a sua 3ª parcela


O auxílio emergencial já está contemplando os beneficiários com a segunda parcela de R$ 600. Ainda que muitos não tenham recebido a primeira parcela, grande parte dos beneficiários já sacou a segunda parcela do benefício. Entretanto, por conta da reanálise de cadastro, muitos cidadãos que já receberam as duas primeiras parcelas, podem não receber a última. Neste artigo você confere 6 motivos que podem bloquear a sua 3ª parcela do auxílio emergencial.

6 motivos que podem bloquear a sua 3ª parcela

Antes de realizar o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial, o sistema deverá analisar novamente se o cidadão ainda atende aos requisitos para receber o auxílio. Se esses requisitos não forem atendidos, a 3ª parcela poderá ser cortada pelo Ministério da Cidadania. Então, é preciso saber que receber a primeira e segunda parcela não dá garantia ao beneficiário de que vá receber a terceira.
Por exemplo, se um trabalhador que recebeu a primeira parcela por estar desempregado conseguiu um emprego formal, ele não deverá receber as outras duas parcelas restantes. Com isso, antes de realizar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial, o sistema deverá analisar novamente se o cidadão ainda atende aos requisitos para receber o auxílio. Se este cidadão estiver empregado, a informação será acrescentada na Carteira de Trabalho e o sistema que analisa os dados do benefício vai vetar o pagamento.

Entre os motivos que podem bloquear a sua 3ª parcela do auxílio emergencial estão:

  1. Fraude no preenchimento
  2. Ser empregado com carteira assinada;
  3. Estar recebendo seguro-desemprego;
  4. Aposentado do INSS;
  5. Pensionista do INSS;
  6. Receber demais benefícios, com exceção do Bolsa Família: Benefício de Prestação Continuada (BPC); Auxílio Doença; Garantia Safra; Seguro Defeso;
  7. Ser de família com renda mensal por pessoa superior a meio salário mínimo (R$ 522,50);
  8. Renda familiar mensal total maior que três salários mínimos (R$ 3.135);
  9. Limite maior que duas pessoas que recebem Bolsa Família na mesma família;
  10. CPF irregular.

Quem pode receber o Auxílio Emergencial?

  • Primeiramente, trabalhadores informais de qualquer tipo, inclusive intermitentes;
  • Inativos;
  • Desempregados;
  • MEIs (microempreendedores individuais);
  • Contribuintes individuais da Previdência;
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (ou seja, R$ 3.135) ou com renda per capita (por membro da família) de até meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Quem teve rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70 em 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019);
Lembrando que, para ter direito ao Auxílio Emergencial, é preciso ter mais que 18 anos, exceto para mães adolescentes.

Qual o valor do benefício?

Os beneficiários deverão receber o valor de R$ 600 por mês, durante 3 meses. Entretanto, cada família pode receber, no máximo, dois auxílios, totalizando R$ 1.200. Contudo, lembramos que uma mulher chefe de família tem direito a receber R$ 1.200 de Auxílio Emergencial. Além disso, lembramos novamente que beneficiários do Bolsa Família não poderão receber os dois benefícios acumulados, portanto receberá apenas o auxílio de maior valor.
Seu Crédito Digital

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

8 comentários:

  1. Tbm conheço mulher q não é casada, mas mora junto e recebeu 1200 e o companheiro tbm recebeu 600

    ResponderExcluir
  2. Conheço mulher que hoje está divorciada está usando o cpf do ex marido recebendo o dele enquanto que pra ele foi negado porque ela está recebendo o do ex e ja são devorciado como pôde,

    ResponderExcluir
  3. O pessoal falando de 2° e 3°parcela e o meu nem saiu do análise. E eu estou precisando muito sou mãe solteira de dois filhos e moro de favor,contas de água e luz TD atrasado.

    ResponderExcluir
  4. É se for divorciada com dois filhos, tem direito a qual valor.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde o meu aux foi negado estou desempregado tenho filho pequeno e foi negado e não tem como fazer de novo fala que o motivo da rejeição não permite nova inscrição alguém sabe me explicar isso por gavor

    ResponderExcluir
  6. Eu estou desempregado sou casado até hoje nada.Ja quem fez fraude no estante recebeu.

    ResponderExcluir
  7. Conheço uns que acertaram na mega sena e ficaram milionários.Mas o filho Pego o auxílio pra gastar com drogas e álcool.
    É ainda fica debochando.

    ResponderExcluir

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">