Veja como sacar o dinheiro do auxílio emergencial e do FGTS antes da data


Brasileiros com direito ao saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou que recebem o auxílio emergencial de R$ 600 podem “adiantar” saques e transferências por meio de bancos digitais.

Ao pagar esses benefícios, a Caixa Econômica Federal tem limitado, em um primeiro momento, o uso do dinheiro, permitindo apenas pagamentos digitais de boletos e contas de luz, água e telefone, além de permitir algumas compras.
As opções de saque e transferência do auxílio emergencial estarão disponíveis a trabalhadores nascidos em dezembro, por exemplo, somente a partir de 19 de setembro, seja a primeira, a segunda ou a terceira parcela.

No entanto, é possível driblar (sempre de maneira legal) essa restrição imposta pela Caixa Econômica através dessas empresas de tecnologia financeira, como Mercado Pago, Nubank, PagBank e PicPay.

Para isso, é preciso gerar um boleto no seu nome em um desses bancos digitais (veja o passo a passo mais abaixo). Como o aplicativo Caixa Tem permite o pagamento de boletos, o dinheiro será transferido para uma outra conta.

Banco Central (BC) explicou que emitir um boleto em próprio nome para movimentar recursos é regular. “Para isso, o boleto terá que ser emitido em nome do titular da conta e só poderá ser pago em benefício dele”, informou.

Confira o passo a passo no Metrópoles

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">