Prefeito de Serra Preta anula reajuste salarial dele e de secretários


O prefeito de Serra Preta, Franklin Leite (DEM), baixou decreto que mantém na base de 2015 os subsídios dele, do vice e dos secretários.

No fim do ano passado, ainda na gestão do ex-prefeito Rogério Serafim, o Aldinho (PTN), a Câmara Municipal aprovou reajuste que elevava, a partir de 2022, o salário do prefeito para R$ 25 mil, do vice para R$ 12,5 mil e dos secretários que chegaria a quase R$ 7 mil, ele vetou, mas os vereadores derrubaram o veto.

Através da imprensa, o então prefeito eleito, informou que assim que assumisse, baixaria decreto (abaixo) mantendo os valores anteriores dos salários do chefe do Executivo, do vice-prefeito e dos secretários municipais.

De acordo com o documento, os subsídios (nome técnico do vencimento de agentes públicos) a partir de 2022 vai ter como base a remuneração prevista para a partir de 2017, não sendo aplicado o valor aprovado na Câmara Municipal em dezembro passado.

 

Redação: VR14

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">