Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Bolsa Presença: conheça o benefício de R$ 900 para inscritos no CadÚnico na Bahia

 Imagem: Divulgação Governo da Bahia

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é utilizado como o principal programa responsável por selecionar beneficiários para projetos sociais e assistencialistas, pois ele dispõe dos dados pessoais e econômicos dos participantes. Desse modo, o programa está sendo usado como critério importante para conceder vaga no Bolsa Presença.

O Bolsa Presença, por sua vez, é um benefício concedido pelo governo do estado da Bahia aos alunos regulamente matriculados na rede estadual e pública de ensino que pertencem à família inscrita no CadÚnico.

Bolsa Presença requer inscrição no CadÚnico

Na última terça-feira (27), o governo estadual da Bahia liberou o benefício intitulado de Bolsa Presença. O programa terá o recurso de cerca de R$ 280 milhões e será distribuído a 311 mil famílias de estudantes da rede estadual de ensino, que se enquadram na condição de pobreza e extrema pobreza.

Segundo os dados informados, o programa Bolsa Presença beneficiará 357 mil estudantes e incentivará a aprendizagem, contribuindo também para evitar o abandono escolar em meio à pandemia pela Covid-19.

Desde o ano passado, o ensino precisou se adaptar à modalidade remota, visto que as escolas tiveram que ser fechadas e o ensino presencial interrompido.

Somado a isso, a renda dos brasileiros diminuiu consideravelmente, pois os trabalhos ficaram escassos e o índice de desemprego aumentou.

Com a ajuda do estado, as famílias baianas inscritas no CadÚnico que tenham adolescentes matriculados, terão acesso ao benefício de R$ 150 pago por seis meses, totalizando R$ 900.

Regras do benefício

Além de estar inscrito no CadÚnico e ser estudante de escola pública, o aluno precisa atender aos seguintes critérios para poder receber a Bolsa Presença:

Assiduidade nas aulas ministradas pela unidade escolar em que esteja matriculado, com frequência mínima de 75%;

Participação do estudante e da sua família nas atividades e avaliações escolares;

Desenvolvimento do projeto de vida e intervenção social;

Manutenção atualizada dos dados cadastrais na unidade escolar e no CadÚnico.

Além disso, a família deve usar o benefício de forma consciente, pois o valor deve ser utilizado para a aquisição de gêneros alimentícios, artigos de limpeza, compras em farmácias ou material escolar.

Para saber se a família tem direito, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) disponibilizou um site para a consulta do Bolsa Presença.

Brasil 123

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia