Web Interativa - O portal de notícias da Bahia

Bolsonarista mata a facadas colega de trabalho por defender Lula, diz polícia

 


Benedito Cardoso dos Santos, 42 anos, foi morto na manhã desta quinta-feira (8/9), pelo suspeito Rafael Silva de Oliveira, 24 anos. Os dois homens, que eram funcionários de uma agrovila na zona rural de Confresa, a 1.167 quilômetros de Cuiabá (MT), tiveram tido uma discussão política e Rafael, exaltado, desferido várias golpes de faca em Benedito. 

De acordo com as informações da Polícia Civil, o suspeito é eleitor de Jair Bolsonaro (PL) e teria demonstrado apoio à reeleição do presidente. Já Benedito defendia a eleição do principal opositor do governo, o ex-presidente Lula (PT). 

A briga entre os dois teria começado já na noite da quarta (7), dia marcado por manifestações partidárias durante as homenagens ao Dia da Independência do Brasil. Entretanto, somente na manhã desta quinta o corpo de Benedito foi encontrado pela sua chefe, que não foi identificada.

Em relato à Polícia Civil, a mulher explicou que perguntou à Rafael o que teria ocorrido, já que ele foi o último a estar com a vítima, mas o suspeito teria contado uma história confusa e isso a deixou desconfiada. 

À chefe, Rafael disse que dois homens teriam invadido o local, executado Benedito e depois ainda teriam tentado matá-lo. Contudo, momentos depois Rafael pediu um adiantamento, com a intenção de fugir. Por isso, a mulher resolveu chamar a Polícia Militar.

A PM foi até o local e prendeu Rafael em flagrante. Em depoimento, ele confessou que “acabou saindo de si e matou seu colega com golpes de faca”. A Polícia Civil continua investigando o caso.

Fonte: RD News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia
Web Interativa - O portal de notícias da Bahia