Fake News: Barragem de Ponto Novo não corre risco de romper


Redação: Web Interativa
redacao@interativapn.com

Nesta quarta-feira (15) uma Fake News sobre o risco de rompimento da barragem de Ponto Novo assustou moradores de Ponto Novo, Filadélfia, ribeirinhos e até pessoas com parentes nestes municípios.

Um áudio se espalhou pelas redes sociais e principalmente no Whatsapp em que um morador estava falando sobre um suposto estudo no qual apontava que a barragem de Ponto Novo poderia se romper a qualquer momento, o que gerou pânico na população da região norte da Bahia, nossa redação entrou em contato com um funcionário da Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) a informação foi negada.


Tudo ocorre no normal no momento no reservatório é a vazão e comportamento está normal conforme relatório abaixo, ainda de acordo com as informações a barragem conta planos de segurança e com equipamentos que são monitorados diariamente para poder diagnosticar possíveis problemas e instrumentos como dreno de fundação e piezometro 


A Fake News surge uma semana após o Governo da Bahia, através da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia, abrir licitação para execução dos serviços de drenagem da barragem de Ponto Novo, conforme publicação no Diário Oficial do Estado o que gerou muitas dúvidas na população.

Sobre Web Interativa 2

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Está evidente para quem quiser ver que existem vazamentos na barragem depois do aumento da sua capacidade de armazenamento claro se aumentou o volume diminuiu a resistência. Eu mesmo já protocolei uma solicitação de informação no Comitê da Bacia Hidrográfica do Itapicuru para que o comitê solicite do governo do estado uma posição a esse respeito garantindo a segurança da barragem ou realizando estudos de engenharia para determinar quais medidas devem ser tomadas de modo a evitar um possível desastre.

    Por: Edson Reis Silva

    ResponderExcluir
  3. Onde há fumaça há fogo. De modo que toda atenção deve ser dada a essa suspeita... Vamos exigir urgentemente uma investigação abrangente e exclarecedora a respeito.

    ResponderExcluir

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">