Deputada propõe projeto para garantir absorventes gratuitos


A deputada Tabata Amaral, do PDT de São Paulo, apresentou um projeto para garantir a distribuição gratuita de absorventes femininos, assinala a Revista Época.
O PL 428/2020, diz que busca resolver a ‘chamada pobreza menstrual no Brasil’ também estimula que a oferta seja de absorventes sustentáveis, diminuindo o impacto ambiental dos mesmos.

Pela proposta, a parlamentar sugere que os absorventes estejam disponíveis em espaços públicos, sem dizer quais. A Revista lembra que o parlamento escocês aprovou uma medida semelhante na semana passada. 

O custo estimado para o país europeu é de R$ 137 milhões por ano. A Reportagem faz uma suposição, se a Escócia tinha população de 5,4 milhões de pessoas em 2018, o que, de maneira simplista, significa que cerca de 2,7 milhões eram do sexo feminino. Pelas contas da Revista pode-se estimar um custo de R$ 50 por ano: “Pelo mesmo raciocínio e feitas as mesmas ressalvas, garantir absorventes em locais públicos para as cerca de 105 milhões de mulheres brasileiras custaria… R$ 5,25 bilhões.”

Época 

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">