Vídeo: Vereador pede reabertura de salões de beleza: “Não tem marido que vai aguentar”

Foto: Divulgação/ Izaías Medeiros/ CMCG


A declaração do vereador Wellington de Oliveira (PSDB-MS) causou revolta na Câmara de Vereadores de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, foi considerada machista e causou revolta na web e entre associações de defesa das mulheres nesta terça-feira (7).

O político usou seu momento no púlpito da Câmara para pedir a reabertura de salões de beleza, afirmando que as mulheres precisavam ficar bonitas para os seus maridos.

“Não tem marido nesse mundo que vai aguentar. Salão é importante. Imagina a mulher sem fazer sobrancelha, cabelo, unha, não tem marido nesse mundo que vai aguentar, tem que tratar da autoestima”, afirmou Wellington.

Além disso, ele defendeu a reabertura das igrejas para evitar violência doméstica. Segundo ele, caso um homem pense em cometer crime contra a mulher, vá à igreja e encontre o local fechado, pode considerar como um aviso divino.

“Se a pessoa quisesse matar a mulher e os filhos, ele vai e bate na igreja, está fechada. Daí ele fala: ‘É um aviso de Deus para eu voltar lá e matar’. Então igreja é essencial, tem que criar mecanismos novos para que a igreja funcione”.

A Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica do Mato Grosso do Sul repudiou as declarações do vereador e afirmou que vão de encontro “as campanhas de enfrentamento em prol dos direitos das mulheres e recomendou abertura de processo administrativo.

“Os comentários absurdos e desrespeitosos feitos pelo vereador, que tem formação jurídica e é delegado de polícia, devem ser expressamente repreendidos pela Casa de leis, inclusive com abertura de processo administrativo disciplinar”.

Após a má repercussão, o vereador afirmou, em entrevista ao Universa, que a intenção da fala sobre reabertura de salões era atender a pedidos de mulheres, que, segundo ele, estariam incomodando maridos por causa do fechamento dos salões.

Sobre a defesa da reabertura de igrejas para evitar violência doméstica, o vereador afirmou que a declaração foi retirada de contexto. Confira o vídeo.



Redação:  Varela Notícias

Sobre Web Interativa

WEB INTERATIVA - PORTAL DE NOTÍCIAS - Redacao@interativapn.com

0 comentários:

Postar um comentário

reverse_time-href="https://www.interativapn.com/" data-numposts="5" data-width="">